A história do Natal

Sejam bem-vindos ao nosso site

A história do NatalEle é dedicado ao Natal e os costumes conectados a ele. Confira nosso blog para perceber muito bem a ideia dessa época do ano.

No dia 25 de dezembro, as pessoas celebram o Natal. É um dos mais importantes feriados da Igreja Católica no mundo cristão. É também um evento universal para grande parte de pessoas ao redor do mundo.

A história do Natal

De acordo com o Evangelho, o Salvador nasceu em uma caverna na cidade de Belém, na província de Judea. De acordo com a crença, no momento do nascimento de Jesus, uma incrível estrela iluminou os céus, e o anjo informou que o Filho de Deus veio ao mundo.

Os Pastores de Belém foram as primeiras pessoas a falar com o Filho de Deus. Ele também foi adorado por três governantes importantes. Eles seguiram o caminho, indo a brilhosa estrela, que estava subindo acima das nuvens. Este fenômeno é reconhecido “sinal especial real”. Seguindo as tradições daquele século, os três governantes deram de presente a ele ouro, incenso e mirra.

Lar, antecipação da magia e clima festivo

O Natal é indubitavelmente um feriado com a família. Tudo começa no início da manhã de vinte e cinco de dezembro. É uma espécie de prolongação da véspera de Natal. Durante ela, os entes queridos encontram o nascimento do Filho de Deus Jesus Cristo.

Normalmente, as pessoas próximas reúnem-se para o evento para celebrar o Natal e têm a esperança novo e alegre, junto com o início do evento.

Todos entendem que uma das mais extraordinárias e sinceras atividades durante o Natal é simplesmente compartilhar alguns gestos gentis em relação ao Natal para as pessoas próximas. Parentes também trocam presentes como um símbolo de proximidade espiritual, amizade, gratidão, ou simplesmente para diversão.

O que é mais significativo?

É muito correto na vida atual manter a sensação do sacramento do Natal.

A coisa mais valiosa que você deveria realizar enquanto se prepara o Natal é, primeiro, participar em tudo o que a igreja nos conta – durante os serviços da igreja. E, em segundo lugar, na véspera do feriado, ter um consciencioso, sincero olhar para dentro de si mesmo é importante, incluindo a confissão, o arrependimento do fundo de sua alma.

É necessário participar dos sacramentos, a comunhão sagrada. Isso é o que realmente fornece a compreensão, o conteúdo e muda a natureza das pessoas, guiando à verdade de Cristo. E o resto – sobremesas, reis magos, pastores e presépios, festas e presentes – que são uma parte muito importante de nossa tradição natalina, tudo isso perde seu significado, se não houver Deus em nosso coração.

O Natal é incrivelmente o mais gentil e delicioso feriado para todas as pessoas, que comemoram. Que ele seja um término de um bom ano digno para você. Que o novo ano apresente novas esperanças e novos começos importantes.